O currículo morreu! Viva o blog!

Por : Sergio Luciano

Achei interessante esta citação que encontrei no TopTalent: O currículo morreu! Viva o blog! Acredito que esta afirmação tenha muita verdade nela, apesar de ainda não ser tão amplamente explorada.

É inegável que vivemos em um mundo dominado pela tecnologia. Cada dia mais a “rede” passa a ser parte integrante de nossa vida. Quem todo o dia não dá uma lida no seu Facebook/Orkut só para saber as novidades do dia? Ou quem não “twitta” um bom dia para todos os seus seguidores? Bem ao alcance de nossas mãos está a maior e melhor ferramenta de network que inventamos, e a conhecemos hoje como Internet.

Mas será que sabemos realmente aproveitar destes recursos e utilizá-los a nosso favor? Acredito que não! Ou melhor, sabemos quando nos convém. Mas se usamos muito bem isto para nos socializar, conhecer novas pessoas, encontrar velhos amigos e manter os atuais contatos, acho que é hora de ampliarmos nosso foco e abrir nossas portas às empresas.

Uma geração Y dita “nascida no meio da tecnologia” e “habitante fiel das redes sociais” tem que começar a dar as caras também para as empresas na web. É bem verdade que um currículo bem elaborado pode nos abrir portas para uma boa entrevista. Mas será que se ele estiver na internet e junto dele tudo aquilo que você pensa (escrito com consciência) sobre o trabalho, sobre a vida, sobre assuntos que estão em alta, enfim, sua percepção sobre o mundo que está à sua volta e também sobre você mesmo, não seria algo muito mais interessante de se apresentar? É fato que ainda não há como abrir mão de uma entrevista pessoal, mas entre os impessoais currículos e blogs, acredito que um blog tenha muito mais vida.

O mercado não busca mais pessoas dispostas a dar suas vidas pela empresa, mas sim pessoas que façam parte da vida da empresa. Organizações estão cada vez mais se tornando seres dotados de vida. Missões, visões e valores estão começando a correr novamente nas veias de seus colaboradores e desempenhando novamente seus papéis: nortear o rumo da organização e não fazer com que ela perca o objetivo de sua existência.

Desta maneira, convido cada um a apresentar-se ao novo mercado de contratações. Pensar fora da caixa e deixar-se influenciar por uma nova tendência e fazer com que esta torne-se precedência.  Dê as caras ao mundo, expresse seus sentimentos, valorize suas ações. Deixe todos conhecerem que você é. Não digo que precisa expor sua vida na web, mas nada impede que exponha sua visão e princípios, afinal eles fazem parte do que você é. E muito mais, use tudo que aprendeu e viveu até hoje e passe isto à frente. Criar uma rede de conhecimento e colaborar para o crescimento do próximo é algo encarado com bons olhos.

O sucesso está destinado àqueles que o buscam. E até onde podemos chegar só depende de nossa percepção do que acontece hoje e nossas ações para sermos reconhecidos amanhã.

Apreciem sem moderação!

Com pensamentos, conceitos e preceitos voltados à filosofia da Geração Y, Sérgio Luciano, 24 anos, pós-graduando em administração de empresas pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), formado em Logística pela Veris IBTA,

http://ynovacao.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: