Feira Corporativa

Pedro

Pedro Paulo Galindo Morales.

Resumo: O texto fala de problemas como abacaxi, pepino…..

Leitores. Toda empresa tem seu problemas do dia a dia, mas no final de ano todos aparecem de uma vez só, enquanto trabalhava ate tarde, em uma dessas paradas para um café me veio à mente o titulo deste texto.

Vocês devem estar pensando que titulo estranho?

Vejamos. Quando vamos a uma feira livre encontramos quase tudo aquilo que queremos, lembro-me dos pasteis das feiras de São Paulo quentes e deliciosos. Estou saindo do tema.

As empresas de um modo geral sempre têm problemas e alguns difíceis de resolver, quer se tenha um bom planejamento ou não, uma equipe boa ou não tão boa, simplesmente os problemas aparecem e temos que resolver. Esses problemas podem ser comparados a frutas, legumes e demais produtos que são vendidos na feira livre.

Vamos à lista de “compras”

  • Abacaxi: é um problema de difícil solução, geralmente há muitos espinhos e não costumam ser doces, às vezes já estão passados;
  • Pepino: é um problema não tão serio como um abacaxi porem tem uma diferença, mesmo resolvido ele fica “rodando por algum tempo”.
  • Ovos: lembra-me omelete e omelete para ser feito é preciso quebrar os ovos, é a situação em que para se mudar alguma coisa é preciso quebrar um paradigma e toda mudança sempre desaloja alguém, é ai que esta o problema.
  • Limão: é quando existem decisões e soluções azedas para se tomarem;
  • Queijo: muitas vezes temos que usar a técnica do queijo suíço, fazer a tarefa aos poucos juntamente com outras mais urgentes.
  • Salada: é quando temos vários problemas em um único prato.

Como vimos na nossa feira existe de tudo um pouco. Será que me esqueci de algo? Sim, o pastelão porque em alguns casos temos situações que mais parecem uma comédia! Vamos refletir sobre isso!

Anúncios

2 Responses to Feira Corporativa

  1. Antonio Ricardo Mello disse:

    Gostei do seu texto. Bem escrito. Bom senso de humor, criatividade… Pedro, acho que você e o Reinaldo Müller são ótimos articulistas. Eu vi uma frase do Müller que matou a pau > Não acredite na sabedoria coletiva da ignorância individual…

    • editor disse:

      Antonio,

      Muito obrigado por acessar o site, fico feliz que tenha gostado do texto, descobri mais uma fruta : a jaca que é aquela situação que todo mundo se mela.

      Pedro Paulo Morales

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: