Espante os seus urubus internos

Por Gilberto Wiesel*

Ultimamente, ouço falar muito que devemos nos afastar das pessoas que, de alguma forma, estão nos prejudicando. Aquelas pessoas com a capacidade de nos colocarem para baixo,que se aproximam apenas para reclamar de tudo e de todos. Devemos usar todos os artifícios para nos livrarmos delas, para que parem de sugar nossa energia.

O que tenho notado, no entanto, é que poucos são os que nos dizem de como nos libertaremos dos sugadores de nossa energia e que estão dentro de nós, de como vamos nos libertar dos urubus internos, aqueles que estão com a gente sempre, por onde andamos, seja no trabalho, seja em casa, no banho, nas brincadeiras com os filhos, na televisão, nas leituras, no estudo, viagens, no sono, enfim, em nossa companhia as 24 horas por dia.

Acredito que estes são os mais difíceis de nos livrarmos. Sabe por que? Porque estes são os nossos diálogos internos, ou seja, a nossa própria voz, a falar e a questionar constantemente sobre tudo e todos, mas principalmente, sobre nós mesmos. É destes que nós devemos nos livrar. Na minha opinião, se deixamos os urubus externos nos prejudicarem é por que os nossos urubus internos permitem. O fato é que, para lidarmos com os internos, devemos adotar posturas diferentes, pois dos outros, podemos nos afastar, mas destes não, porque nós somos eles.

Afinal, então o que faremos a partir desta constatação?

VIGIAR. Esta é a palavra. Vigiar significa exercer vigilância sobre, observar atentamente, velar por estar acordado, atento, tomar cuidado… Vamos transportar isso para o nosso dia a dia.

O que a palavra quer dizer é que devemos prestar muita atenção em nossos pensamentos, naquilo que acreditamos como verdadeiro, prestar atenção no que a nossa voz interna nos comunica a respeito de tudo o que vemos e sentimos, estar atento, tomar cuidado para que não nos coloque para baixo com suas afirmações a respeito do que nos rodeia, pois na maioria das vezes, aquilo que concordamos como verdadeiro e aceitamos, necessariamente, não condiz com a realidade vivida. É a nossa voz interna tentando nos convencer sobre os fatos, ou seja, os nossos urubus internos nos sugando.

Armemo-nos com instrumentos que possam, realmente, nos ajudar a vencer e combater esses malfeitores. O que indico são coisas muito simples, mas se a praticarmos no nosso dia a dia, mais forte ficaremos e estaremos mais preparados para enfrentar qualquer sugador de energia que possa vir a se aproximar de nós.

Aí vai a minha dica. Exercite mais a:

– Paciência;

– Humildade;

– Respeito;

– Ética;

– Bondade;

– Generosidade;

– Perdão.

Quanto mais você incorporar e praticar estes conceitos diariamente, mais estará se fortalecendo internamente para combater todos os possíveis e incansáveis urubus internos. E não se esqueça de praticar muito a palavraAMOR, pois ela é a base para todas as demais.

Pois bem, estão em suas mãos as armas necessárias para ser um grande vigilante do seu Sucesso.

COMBATA OS SEUS URUBUS INTERNOS.

*Empresário, conferencista, escritor, administrador de empresas pós-graduado em Marketing pela FGV http://www.gilbertowiesel.com.br/

Fonte: http://www.qualidadebrasil.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: