Quando a demissão acontece depois de anos de dedicação à empresa: o que fazer?

Infomoney

Abandonar a carreira corporativa depois de se dedicar anos a determinada empresa é um desafio de milhares de executivos que atuam no mercado atualmente, muitos com mais de 40 anos de idade.
Seja por corte de gastos, renovação do quadro de funcionários ou mudanças de perfil nas empresas, muitos empregados têm dificuldades de enfrentar a saída das empresas, e se deparam com um cenário de incertezas, dúvidas e dificuldades na hora de retomar seu caminho profissional.

A consultora na área de carreiras e empresas, Maria do Carmo Trombesi Guedes Marini, orienta os executivos a se prepararem para o momento de deixar a empresa e se recolocar no mercado. Segundo a especialista, é necessário preparar uma saída. “Um profissional com grande bagagem pode trabalhar como consultor independente, ou se associar a consultorias. Ainda há a possibilidade de empreenderem um novo negócio ou se inserirem em outros campos, como a carreira acadêmica”, orienta.

Maria do Carmo identifica um cenário de dúvidas e preocupação entre os empregados que precisam deixar as corporações após anos de dedicação e lamenta que, mesmo com tantas transformações no mercado de trabalho, alguns profissionais ainda sejam preteridos pela idade. “Algumas pessoas ainda confundem modernidade com juventude, o que é uma falácia. Existem pessoas com mente extremamente abertas a qualquer tipo de aprendizado que têm muito mais de 45 anos, assim como existem pessoas extremamente restritas a novas lições com 20 anos”, explica.

Saída

A consultora ressalta que é muito mais importante que o profissional se prepare psicologicamente do que tecnicamente para se inserir em novas oportunidades, já que, ao sair de uma empresa, o trabalhador terá de se adaptar a uma lógica diferenciada. “É necessário perceber que a nova vida profissional é diferente da antiga em diversos aspectos, sobretudo com relação à convivência entre colegas, que fará muita falta. É importante que atuando em consultoria, ensino, empreendendo ou entrando em outros mercados, o executivo se prepare para vivenciar uma rotina distinta e esteja aberto para novas possibilidades”, alerta.

Maria do Carmo aponta que antes de entrar em qualquer nova área de atuação, o ex-empregado precisa ter em mente suas limitações, dificuldades e triunfos, e trabalhar com esses aspectos em sua nova colocação. “Se ele for empreender, por exemplo, precisa ter em mente a dificuldade que terá ao atuar em muitas áreas, da produção ao marketing, situação a qual dificilmente ele terá se submetido em sua empresa”.

Embora não existe uma regra que dite quando o profissional deve começar a pensar em abandonar determinada empresa, a consultora ressalta que a avaliação de headhunters é que em áreas como o marketing, a idade é de 40 anos e em outras áreas como engenharia, vendas ou administração, de 45 anos. O dado assusta, diz a consultora, mas corresponde à realidade do mercado. “Existe uma tendência de muitos acharem que a demissão ou saída não vai ocorrer com este profissional. E é nesse contexto que a pessoa ‘se perde'”, reconhece.

Fonte: Administratores.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: