A todos aqueles que trabalham

Por Israel Araújo
 Esta coluna é publicada as Sextas Feiras

Era o ano de 1927 e, no bairro de Hawthorne, em Chicago, EUA, numa linha de montagem de aparelhos de telefone da Western Electric Company, Elton Mayo avaliava como a melhora e a piora da iluminação do ambiente de trabalho afetava a produtividade. Sempre que melhorava a iluminação, melhorava a produtividade. Sempre que piorava a iluminação, piorava a produtividade. Cismado, o pesquisador fez o seguinte: apenas disse que a iluminação seria melhorada (mas não o fez efetivamente), e a produtividade, mesmo assim, melhorou. Neste relato resumidíssimo, está o histórico momento em que o mundo do trabalho descobre que o “fator psicológico” é decisivo para a produtividade.

Em 1943, Abraham Maslow apresenta sua tese de que todos os homens nascem e vivem com as mesmas necessidades, não importa a geografia, a cultura ou qualquer outra circunstância. Maslow diz que essas necessidades são mais urgentes na seguinte ordem: fisiológicas (comer, beber, dormir etc), de segurança (ter moradia, dinheiro, proteção etc), sociais (pertencer a uma família, ter amigos etc), de afeto (amar e ser amado) e de realização (atingir objetivos, vencer desafios, superar-se etc). A busca de satisfazer essas necessidades é o motor da vida, o combustível que nos move a todos. Na hierarquia das necessidades de Maslow, a busca de realização é a mais difícil de satisfazer. Estes são apenas dois pontos de uma longa caminhada de busca do conhecimento sobre o funcionamento, no âmbito do trabalho, dessa maravilhosa criatura, o ser humano. Sempre que uma empresa seleciona e contrata um trabalhador, junto com o profissional, que tem habilidades para executar uma função, o empresário também recebe, em sua segunda casa, uma pessoa, com expectativas, necessidades e desejos, um ser humano em toda a sua complexidade, alguém em busca de realização. É isto o que está por trás do clichê “gerar emprego” e que estabelece o elementar ponto de partida para entender conceitos como cidadania corporativa e responsabilidade social.

Estamos lançando nacionalmente a VÉLI – Soluções em RH, uma rede nacional de consultoria, que nasce de uma rede pré-existente (a Catho, que agora especializa-se em serviços online) e aproveita a experiência de mais de trinta anos e reúne a mais premiada equipe de profissionais do setor de consultoria em recursos humanos (e que aqui em Fortaleza atua desde 2003, sob o Catho e sob a direção de Israel Araújo). A caminhada do conhecimento sobre o trabalho prossegue. Cada empresário que atendemos, cada executivo que nos procura, cada profissional de RH parceiro nos dizem que estamos no bom caminho, mas que há muito ainda por aprender e por fazer. Continuamos fazendo e aprendendo com todos eles. Acreditamos no trabalho, porque acreditamos nas pessoas e temos imenso prazer e orgulho de estar ao lado de cada trabalhador e de cada empresário na sua busca de alcançar seus objetivos, de vencer desafios e superar adversidades.

A todos aqueles que trabalham, nossa sincera homenagem.

ISRAEL ARAÚJO Diretor Executivo da unidade de Fortaleza da Véli Soluções em RH israelaraujo@israelaraujo.com.br – twitter: @israelaraujorh


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: