Imagem é poder. O poder da imagem pessoal e profissional

Por Vanessa Versiani

Sua imagem reflete claramente quem você é. Reflete também seus objetivos e sua personalidade.

Se você é uma pessoa bem sucedida, dono de empresa, político, exerce cargo gerencial, é esportista, músico ou siga alguma carreira em que seja ou procure ser bem sucedido, tem de investir em sua imagem. Talento é importante, mas a imagem tem de ser coerente.

Agir como se seu dinheiro ou sua fama fossem te abrir todas as portas é ignorância. Elegância e uma imagem positiva abrem ainda mais portas. Como exemplos, citarei algumas pessoas conhecidas e verá como o investimento que fizeram em sua imagem lhes foi positivo.

O primeiro exemplo é o casal Obama. Certamente você conhece. Me refiro ao atual presidente dos EUA, o primeiro negro a ocupar tal cargo, e sua esposa que é hoje referência de estilo mixando peças de marcas caríssimas com boas peças garimpadas em lojas de departamento. Vejam uma imagem deles anterior à eleição de 2008:

Com esta imagem, ele não inspira a idéia de um político capaz de governar uma nação. Devemos lembrar que, diferente do Brasil onde o voto é obrigatório e as pessoas votam no Tiririca por ignorância protesto, as pessoas lá votam se quiserem. Obama certamente sabia do poder do marketing político e utilizou-se disso de diversas formas. E o homem que vimos na campanha e, depois, como presidente dos Estados Unidos é este:

Elegância, tudo na medida certa, terno ajustado valorizando o corpo.

E a esposa dele, atualmente, é assim:

 Cabelos bem cortados, postura decidida, elegância até mesmo ao vestir um vestido simples da H&M, coordenado com acessórios que deram vida ao visual (foto à direita).

Não foram só as roupas que mudaram. A atitude mudou. Vejam a postura e o olhar de ambos na primeira imagem e a postura e olhar deles nas fotos posteriores. Mudou! A combinação bombástica da mudança nas roupas, nos cabelos, na maquiagem e na postura foi um dos fatores que levou Obama à vitória.

No Brasil temos meu segundo exemplo. O ex presidente Lula. Antes ele tentou ser presidente por diversas vezes, sempre apostando na imagem do metalúrgico humilde e perdeu. Então entrou em ação Duda Mendonça com uma campanha de marketing político incrível. Digo isso como profissional formada em publicidade e propaganda, com pós em marketing, independente de posicionamento político. O marketing da campanha foi fenomenal e eu aplaudi Duda Mendonça de pé no Festival de Publicidade em Gramado em 2002. Lula deixou de ser o operário humilde e passou a ser um homem capaz de vestir um terno e estar/parecer confortável nele.

Lula antes da vitoriosa campanha que o levou à presidência da República
Lula após ser eleito presidente do Brasil

Novamente, não foram apenas as roupas que mudaram. Foi um conjunto de coisas que forma a imagem. Mudaram seus cabelos, sua barba, suas roupas, sua postura e até a forma de ele apresentar suas idéias. Note a postura e o olhar de Lula nas duas fotos e perceba as diferenças. Com a mudança, muita gente que tinha medo do sindicalista comunista que pegava criancinhas pra fazer sabão confiou na nova imagem do Lula e ele tornou-se presidente do país. Cabe ressaltar que não viso, aqui, discutir se ele foi bom ou ruim como presidente. Estou tratando da imagem pessoal e profissional e de como ela pode transformar a carreira de uma pessoa.

Um outro exemplo também vem do Brasil, de nossa história recente. Dilma Rousseff. Você votaria nesta senhorinha de óculos com cabelos antiquados e olhar doce da foto abaixo?

Como diria aquela famosa música que tocou em todo lugar neste verão “vou não, quero não, posso não”. Esta imagem nos lembra o arquétipo de avó, a nossa avó frágil, simpática, doce. E para governar um país não queremos alguém com tais características. No discurso ela era uma. A imagem não era coerente com o discurso. A imagem de Dilma mudou, alinhando-se ao seu discurso, e a mulher que tornou-se a primeira presidente (ou presidenta, como preferir) do Brasil é esta:

O novo corte de cabelos deixa o rosto mais retangular, reforçando a imagem de poder, de liderança. Mesmas características que a empresária Elizabeth precisava e conquistou com um visual parecido e você pode ver no texto Visagismo na Prática. No caso de Dilma, diferente da campanha do Lula, o marketing político foi falho, cheio de furos, mas o trabalho de imagem pessoal foi bem sucedido. Como para os fins deste texto importa é a imagem pessoal, ela também nos serve de exemplo.

As imagens destas quatro pessoas servem de exemplo a você, que deseja chegar a algum lugar na vida. Ou que já chegou num lugar bastante confortável mas deseja conquistar ainda mais. Seja sucesso profissional, seja maior aceitação social, melhorar seus relacionamentos, seu casamento… qualquer coisa. Tudo parte da sua imagem, que deve ser coerente com seu conteúdo. Devo ressaltar que a imagem é tão importante quanto o conteúdo, a personalidade, a simpatia, sua cultura, situação financeira, posição social, enfim. Deve existir coerência entre imagem e conteúdo para que haja consistência em suas conquistas.

Se você exerce um cargo gerencial e quer ir além, você tem de parecer competente para ser mais que um gerente. Transmitir isso através de sua imagem (postura, roupas, cabelos, modo de falar, etc). Se você é dono duma empresa, é importante que pareça dono de empresa para transmitir credibilidade aos seus funcionários e também aos seus clientes, fornecedores e até mesmo jornalistas, conforme o caso.

A imagem também é importante no campo pessoal. Se você veste-se mal, não cuida dos cabelos, da barba, das unhas, acaba por não ter uma boa dose de auto-confiança e auto-estima. E isso  vira uma bola de neve. Chega um ponto em que você se acostuma tanto à rejeição das pessoas que começa a sentir-se um lixo. E geralmente o simples cuidado com a imagem, o investimento nisso, o pouparia de muitos outros problemas e o ajudaria a conquistar os três degraus superiores da hierarquia de necessidades de Maslow.

                  Hierarquia de Necessidades de Maslow

Os cuidados com sua imagem podem levá-lo a conquistar isso. Imagem vai muito além das roupas, é um conjunto de pontos em que devemos estar atentos e modificar para alcançar o que desejamos, sabendo bem que caminho trilhar para isso. Com embasamento teórico e prático, sou capaz de te orientar e te levar a trilhar este caminho com segurança, bom gosto e personalidade. Se você quer o sucesso, em qualquer campo de sua vida, você pode conquistar. Acredite em si mesmo, invista em sua imagem pessoal. Como dizia a frase constantemente repetida por Obama em sua campanha, “Yes, we can” (sim, nós podemos).

Vanessa Versiani

Consultora de imagem masculina e feminina com 21 anos de experiência

Contatos  contato@diferencie-se.com.br

Fonte: http://fashionconsultantvv.wordpress.com

Anúncios

One Response to Imagem é poder. O poder da imagem pessoal e profissional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: