A venda das Marcas da Sadia-Perdigão

Pedro Paulo Galindo Morales

Esta coluna é publicada aos sábados.

Marfrig pede preferência na disputa pelo espólio da BRF

Apenas dois dias depois da aprovação pelo CADE da fusão de Sadia e Perdigão, o Marfrig já deixa claro seu apetite pelos ativos que serão colocados à venda pela BR Foods.O Marfrig pediu à direção da BR Foods a preferência no processo de venda. Assim, poderia ter o direito de cobrir ofertas feitas por outros interessados. Quem conhece o setor garante: esse apetite se deve ao medo de que o espólio da BR Foods caia nas mãos do JBS, maior processador de carne do mundo e arquirrival do Marfrig. A preferência pode até ser dada — a única certeza é que não sairá de graça. (Portal Exame)

Frigorifico Minerva de Barretos é o outro candidato

Possível outro candidato a comprador é o Minerva, que não realizou tantas aquisições como seus concorrentes maiores nos últimos anos. Procurada, a empresa preferiu não comentar o assunto. Porém, uma fonte familiar com a situação informou que o Minerva deverá analisar a situação. Sediado na cidade de Barretos, ao norte do estado de São Paulo, O grupo Minerva é composto por sete complexos industriais, que juntos desossam até 24.800 quartos por dia e geram 7.000 empregos diretos. A História da empresa se mescla com a da pecuária brasileira, já que seus fundadores participaram ativamente do desenvolvimento do segmento no país, sendo reconhecidos pela excelência no transporte e criação de gado. Em 1992, o grupo decidiu investir na industrialização da carne e seus derivados oferecendo produtos de altíssima qualidade para os cinco continentes. Para atender estes mercados, o Minerva possui ainda 4 centros de distribuição localizados estrategicamente. (Portal exame, Site do Grupo)

As Marcas de Combate

As marcas de combate da BRF (as que têm menor fatia de mercado e são usadas para evitar a entrada de concorrentes) são: Rezende, Wilson, Texas, Tekitos, Patitas, Escolha Saudável, Light Elegant, Fiesta, Freski, Confiança e mais duas de margarina (Doriana e Delicata). Os próximos passos da empresa após assinatura do TCD Termo de Compromisso de Desempenho é analisar as obrigações a serem cumpridas, como a venda de fábricas, Centros de Distribuição, matérias-primas e cessão de contratos (Época Negócios)

NEGÓCIOS                                                                                                                                

@ Mais investimentos para o Ceará.

A Bonfio e Linhanyl, ambas de São Paulo, vão construir unidades fabris em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza, e, juntas, devem ocupar um terreno de oito hectares. De acordo com Bezerra, para se instalarem no Estado, as empresas vão investir cerca de 30 milhões de dólares. (Diário do Nordeste)

@ Inadimplência continua crescendo.

No primeiro semestre deste ano, a inadimplência do consumidor cresceu 22,3% em comparação com igual período de 2010, a maior alta do indicador em nove anos, de acordo com pesquisa divulgada ontem pela Serasa Experian, empresa especializada em análise de crédito. Medidas para controle da inflação, como o aumento dos juros e do IOF, vêm dificultando o pagamento das dívidas (Diário do Nordeste)

@ Varejo Cearense desacelera, mas mantém-se aquecido.

A desaceleração assinalada em maio pode ser atribuída, na opinião do presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojas), Cid Alves, às medidas macroprudenciais tomadas pelo governo federal no fim do ano passado para conter o consumo e a inflação. “As medidas têm surtido efeito com o aumento da taxa de juros; do compulsório; manutenção dos preços controlados, quando a maioria dos outros caiu, como o combustível e os calçados. Todas essas medidas, principalmente no que diz respeito ao compulsório, frearam a economia, o consumo e a inflação”, opinou (Diário do Nordeste)

@ Juros do cheque especial e do empréstimo pessoal aumentam em julho.

A taxa do cheque especial chegou a 9,55% ao mês e a dos empréstimos pessoais, a 5,71% ao mês. No acumulado do ano, os juros do empréstimo pessoal aumentaram 0,44 ponto percentual e os do cheque especial, 0,43 ponto percentual. A pesquisa foi feita no dia 5 deste mês com sete sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander. (Diário do Nordeste)

Coluna escrita em 15/07/2011

pedropaulomorales@yahoo.com.br

Esta coluna é publicada também no administradores.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: