Homenagem

Por : Haroldo Euclides de Araújo – Professor

Como empresário: Olavo Euclides Araújo não se dedicou a todos os seus muitos negócios, como fez com a Gazeta de Notícias. Traços de sua personalidade eram visíveis na postura daquele matutino, a exemplo de uma independência tão forte, a ponto de manter um posicionamento crítico dos Órgãos Oficiais em todos os seus níveis de governo e poderes.

Sempre em favor da sua comunidade, num país como o nosso, eu diria que, guardadas as proporções, ele realizava uma tarefa superior às suas forças. Não retrocedeu, e observávamos manchetes fortes como: “Recua Cachorro” … Ele próprio é que nunca recuava!

Assim, montado em sua trincheira, teve que ficar na porta do próprio jornal, a espera de adversários que o ameaçavam. Tratando-se de um jornalista com posições fortes e bem postadas em favor de uma coletividade, foi alvo fácil de perseguições, mas um osso duro de roer para os políticos desonestos. Não tergiversava, não tinha meias palavras e era ao mesmo tempo um excelente pai.

Considerado um jornal combativo, aquele matutino trabalhava à noite para fazer a composição de linotipos e clicherias, sim, noites insones para satisfazer um ideal, o de um jornalismo puro na acepção da palavra, independente, porque o seu proprietário nunca entrou na política e dela se manteve afastado.

Formado na Fênix Caixeral, foi professor de sua terceira esposa naquele estabelecimento, de quem ficou viúvo, agora pela terceira vez, foram ao todo 13 filhos, apenas um já nos deixou (Byron Araújo), e os doze restantes são: Vilani, Alaísa, Roberto, Haroldo, Roserice, Marfisa, Elisabete, Adroaldo, Fátima, Osvaldo, Liduína e Moacir.

Evidentemente que sustentou aquela empresa jornalística a muito custo e com o tempo teve que vendê-la, afinal ele sempre teve a ponta da corda e nunca largou, era Corretor da Bolsa de Valores, ocupação que lhe rendera sempre muitos e grandes amigos, que seria injustiça não citar, mas por serem muitos é injusto fazer omissões.

Como Colunista: Entre seus grandes amigos estavam Demócrito Dummar e José Raimundo Costa, em jornal dirigido por Albanisa Sarasate, proprietária do O POVO, em sociedade limitada, em que Olavo viu e acompanhou a transformação em Sociedade Anônima. Na ocasião recebeu o convite para permanecer no O POVO. Olavo Euclides Araújo escrevia coluna diária sob título: Economia e Finanças. Ao mesmo tempo o jornalista profissional, também, exercia suas funções na Bolsa de Valores.

Pronto, estava acomodado e não mais se meteria em negócios. Certo? Não. Olavo continuou o empreendedorismo do, então Diretor da Gazeta, mas de que forma? O próprio Costa seria seu sócio em negócios. Os seus clientes de câmbio de exportação, também. Continuava o mesmo empreendedor, mas o jornalismo estava no sangue.

Em algum tempo de sua vida tentou montar um jornal: Diário da Manhã. Essa empreitada dependia de muitos recursos e o jornalista sonhava alto, sendo essa a razão de não ter feito fortuna.

O que considerava um patrimônio era ter educado seus filhos, todos casados e que lhe deram dezenas de netos e bisnetos. Outro patrimônio, seus amigos, que acompanhou desde a Gazeta de Notícias, como Adísia Sá, Lúcio Brasileiro e Lustosa da Costa, a eles, sua família agradece as muitas manifestações de carinho e gratidão.

Ao povo cearense, a família do jornalista Olavo Euclides Araújo agradece a maior homenagem: O reconhecimento público. Porque a rua em que morou nos últimos anos de vida hoje se chama: Rua Jornalista Olavo Araújo.

Olavo Euclides Araújo escrevia coluna diária no O POVO sob título: Economia e Finanças. Ao mesmo tempo o jornalista profissional, também, exercia suas funções na Bolsa de Valores

Fonte: O Povo On Line

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: