Falando da Semana que Passou

Resumo comentado das notícias da semana

Fonte: Blog da Miriam Leitão

0 anos do 11 de setembro– No domingo passado, o atentado terrorista às Torres Gêmeas completou dez anos. Foi uma passagem de data um pouco tensa, porque foram divulgadas informações de que poderia ocorrer outro atentado, mas felizmente, não aconteceu. O 11 de setembro de 2001 até hoje produz reflexos na economia mundial.

Três anos da crise – O mundo continua em crise desde 15 de setembro de 2008, data da quebra do banco Lehman Brothers. Passou por um período de melhora, mas depois voltou a piorar. Agora, por exemplo, estamos num momento de sufoco.

Os governos socorreram os bancos que quebraram, mas ficaram endividados. As instituições financeiras passaram a exigir mais juros desses governos para rolar suas dívidas. Há desconfiança em relação a essas instituições financeiras porque elas têm títulos da dívida dos governos endividados.

BCs se únem para dar liquidez a bancos europeus – Em ação conjunta, os bancos centrais americano, europeu, japonês, inglês e suíço decidiram dar liquidez em dólares aos bancos europeus. O objetivo é prevenir problemas no mercado interbancário, de empréstimo entre os bancos, que pode parar com boatos a respeito da saúde financeira das instituições. É uma forma de evitar outro caso Lehman Brothers, que pode detonar momentos de pânico.

Dólar e bolsas – Depois de dez altas seguidas, o dólar recuou ontem para R$ 1,70. Cada vez que a crise se agrava, a tendência é de alta da moeda americana. As principais bolsas, que chegaram a cair forte no início da semana, por conta do rebaixamento de dois bancos franceses e do medo de calote da Grécia, melhoraram depois com a decisão dos bancos centrais injetar liquidez nos bancos europeus, com a possibilidade de a China comprar dívida de países endividados e com o apoio dado à Grécia por França e Alemanha.

Imposto maior para carro importado – O governo elevou em 30 pontos percentuais o IPI de carros importados fabricados fora do país, principalmente sul-coreanos e chineses. A medida afeta a livre concorrência e, quando isso ocorre, quem paga o preço é o consumidor. Trata-se de uma medida protecionista que fere as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Economia cresce menos, mas inflação continua alta – O IBC-Br, índice de atividade econômica do BC que tenta antecipar o resultado do PIB, subiu 0,46% em julho, depois de queda de 0,26% em junho. Mas para o BC isso não significa que o crescimento da economia voltou a acelerar, é que a base de comparação é baixa. A economia está crescendo menos do que no ano passado, mas tem mantido a inflação alta, esse é o problema. A alta do dólar pode pressionar ainda mais o IPCA.

Mercado de trabalho – Números do Caged divulgados esta semana mostram que em agosto o saldo de criação de empregos formais ficou em 190 mil; 36% menos do que o registrado no mesmo mês de 2010.

Rombo em banco suíço – Maior instituição financeira da Suíça, o UBS anunciou rombo de US$ 2 bilhões provocado por um desvio praticado por um operador.

Mais um ministro cai – Pediu demissão esta semana Pedro Novais, do Turismo, o quinto ministro de Dilma a deixar o governo. Já havia denúncia contra ele antes mesmo de assumir o ministério, mas matéria da Folha mostrou que sua governanta era paga com dinheiro público e o motorista de sua mulher era servidor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: