Muito carnaval, pouca serpentina

Por ivan Postigo

Diz um ditado: “Quando uma dúvida surge e não agimos, esta cresce, quando o fazemos, crescemos nós”. Dúvida e ação não combinam, contundo é importante não confundir ação com movimento.

É estranho o fato de que o homem, um ser racional, tenha dificuldades para tratar da divisão do trabalho, ainda que defenda essa tese.

O aproveitamento, adequação e uso dos melhores talentos e vocações têm suas raízes na divisão das tarefas.

A velocidade do mundo moderno é um dos argumentos para que negligenciemos o fato, quando na realidade a imperfeição da execução leva à repetição, ao desperdício e à perda de tempo.

Animais e insetos obedecem essa simples regra, mas nós, orgulhosos de nossa independência e soberania, quantas vezes não a negligenciamos?

Não acredita nesse fato?

Vamos a uma reflexão muito simples:

Você deve ter participado de inúmeras reuniões nas quais os debates foram acirrados, farpas foram trocadas e acordos foram feitos. Para avaliar o progresso, novo encontro foi marcado.

Em data futura, sem espanto, muitos que já esperavam, constataram que entre as duas reuniões nenhum avanço foi obtido.

Novos debates se seguiram, até que alguém propôs acabar com as reuniões, pois os encontros não levavam a lugar nenhum.  Estavam apenas perdendo tempo.

Situação irônica, pois um dos maiores talentos do homem é a capacidade de materialização de idéias, pensamentos e sonhos.

É verdade que delegar um trabalho e não tê-lo pronto na data, porque o colaborador não seguiu as instruções, é complicado, mas, havendo tempo, deixá-lo desenvolver seu próprio “solo” pode nos surpreender consideravelmente.

O que fazer então com as reuniões?

Ao convocar as pessoas temos que ter em mente que “deliberar é tarefa de muitos, agir é tarefa de um só”.

Reuniões servem para estabelecimento de acordos, compromissos, direcionamento de questões estratégicas. Cobranças e dúvidas devem ser tratadas operacionalmente.

Ao reunirmos pessoas, estabelecemos as tarefas, delegamos e investimos pessoas de autoridade para que as cobranças sejam feitas.

Tarefas devem ter procedimentos, datas de conclusão e consequências.

Ninguém salta de paraquedas, negligenciado as regras, sem consequências. Outras tantas coisas na vida também são assim, porque não deveriam ser as ações organizacionais?

Dois aspectos devem nortear os participantes: Objetividade e comprometimento. Estes fazem milagres.

Como consultor, vejo e estudo planos que se arrastam por longos períodos, sem as correspondentes ações.

Em uma oportunidade, ao recompor a estrutura de capital de uma empresa, seus gestores se mostraram espantados com o tempo decorrido entre o esvaziamento do caixa e sua recomposição com recursos do BNDES.

Diziam: – Meia década de total desconhecimento!

Uma vez resolvidos pequenos detalhes para obter as certidões negativas, os apoios do meio financeiro excederam as expectativas e em menos de seis meses a empresa respirava aliviada.

Gostaria também de ficar espantado, mas a experiência nos mostra que a falta de divisão do trabalho oculta conhecimentos.

Você ao tratar de uma questão ou sugestão pode optar por fazer duas perguntas, a escolha dirá muito a respeito do seu modo de agir:

1)      Poderá perguntar por que fazer assim, descartando idéias novas, ou

2)      Poderá perguntar por que não fazer assim, aceitando avaliar oportunidades.

Ainda que tenha que tratar de conceitos com os quais não tenha intimidade aja.

Diz um ditado: “Quando uma dúvida surge e não agimos, esta cresce, quando o fazemos, crescemos nós”.

Dúvida e ação não combinam, contundo é importante não confundir ação com movimento.

Para materializar nossos projetos precisamos de mais serpentina e menos carnaval!

Ivan Postigo é Diretor de Gestão Empresarial da Postigo Consultoria Comunicação e Gestão, Articulista, Escritor e Palestrante.

www.postigoconsultoria.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: