Medidas para conter queda do dólar

Fonte: Blog da Miriam Leitão

Resumo comentado das notícias da semana que passou.

Medidas para conter queda do dólar – O governo adotou esta semana duas medidas para tentar conter a queda do dólar: elevou o IOF de 6% para empréstimos de empresas no exterior com prazo inferior a três anos e anunciou restrições ao crédito para exportador.

É mais uma trava na porta para tentar conter o excesso de dólares na economia, chamado de tsunami pela presidente Dilma. Essa entrada provoca valorização das moedas locais.

Ajuda aos bancos europeus – O BCE emprestou mais 530 bilhões de euros, o equivalente a R$ 1,2 trilhão, a 800 bancos da Europa. A ideia é que parte desses recursos seja usada para comprar títulos dos países em crise, diminuindo o custo da dívida dos governos.

Até agora, os maiores bancos centrais do mundo – Fed, BCE, Banco do Japão e da Inglaterra – já ofereceram aos bancos em ajuda de liquidez mais de US$ 5 trilhões.

Hoje, os líderes da UE aprovaram um novo pacto fiscal, que só não contou com Reino Unido e República Tcheca, com meta de déficit fiscal de 3% do PIB.

Europa – Nesta semana, graças aos votos da oposição, o parlamento alemão aprovou o segundo pacote de ajuda à Grécia, apesar de a chanceler Angela Merkel ter dito ali mesmo que não havia 100% de garantia de que o resgate teria sucesso.

O sistema financeiro europeu recebeu ajuda, mas a economia real continua mal. A taxa de desemprego na região e na zona do euro aumentou para 10,1% e 10,7%, respectivamente. Também cresceu o desemprego entre os jovens.

BC diz que Brasil cresce abaixo do potencial – O presidente do BC, Alexandre Tombini, disse no Senado que o Brasil cresce abaixo do seu potencial.

Ao dizer que derrubou os juros porque o país cresce menos do que pode, ele respondeu a quem o critica por excesso de juros e a quem o critica por estar convivendo com a inflação acima da meta. Ele disse que o Brasil crescerá mais este ano do que em 2011 e que a inflação será menor.

Desemprego sobe um pouco – O Dieese divulgou que a taxa de desemprego subiu de 9,1% em dezembro para 9,5% em janeiro.

Crédito e inadimplência – O crédito cresce num ritmo um pouco menor, segundo dados do BC. Em janeiro, atingiu R$ 2,027 trilhões, o que representa uma queda de 0,2% em relação a dezembro, quando havia crescido 2,3%. Na comparação com o mesmo mês de 2011, a alta foi de 18,4%.

Já a inadimplência para pessoa física cresceu, tendo passado de 7,4% para 7,6%.

Inflação desacelera – O IGP-M, que reajusta a maioria dos contratos de aluguel, deu uma trégua em fevereiro. Depois de registrar alta de 0,25%, teve deflação de 0,06%. Os preços no atacado em baixa produziram essa deflação.

Superávit primário – Graças ao aumento da arrecadação, o setor público conseguiu economizar em janeiro R$ 26 bilhões para pagar juros da dívida, o melhor resultado para o mês desde 2001.

Aniversário do Rio – Essa cidade que encanta tanta gente completou 447 anos esta semana. Parabéns, Rio!

Especial sobre Desaparecidos Políticos/ Caso Rubens Paiva e Comissão da Verdade – Foi ao ar ontem a reportagem especial “Uma história inacabada”, que fiz para a Globonews. Hoje, o jornal O Globo publica duas páginas sobre o assunto.

Ouçam aqui o comentário na CBN

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: