Sistema Toyota de produção

PorAnselmo Buttner

O sistema Toyota de produção começou a ser elaborado pela família Toyoda  no final da década de 1940. A historia da Toyota inicia com Sakichi Toyoda que inventou o tear automático em 1929 vende a patente do tear automático para os Ingleses e encarrega seu filho Kiichiro Toyoda a  dar prosseguimento ao sonho de montar uma empresa automobilística.

Dois anos após a morte de Sakichi Toyoda, seu filho Kiichiro Toyoda funda a empresa Divisão Automobilístico da Toyota Loon Works, porem somente em 1937 consegue produzir o primeiro protótipo e em 1952 chamado de Crown. Com pouco capital procura desenvolver sistemas de produção com lotes pequenos porem com grande eficiência, que mais tarde foi denominado de “Just In Time”.  Kiichiro  morre  em 1952,  deixando para seu filho Eije Toyda a responsabilidade do desenvolvimento da empresa.

A segunda guerra que terminou em 1945 deixou o Japão arrasado e sem dinheiro, o poder de aquisição da população japonesa era baixo, e a empresa Toyota não fugia da regra.

Com muita disciplina; dedicação e organização, e ajuda de Taiichi Ohno que estava na direção da empresa  desde a década de 1940, dá continuidade ao sistema “Just In Time”  e inicia o sistema Kanban, por muitos o Taiichi Ohno é considerado o pai do Sistema Toyota de Produção.

O Sistema Toyota de Produção é um conjunto de sistemas e procedimentos na fabricação, sempre pensando como é possível reduzir os custos, sejam os custos de produção sejam os investimentos em máquinas e ferramentas, para produzir  um carro que seja competitivo em qualidade e preço.

As melhorias e o processo de redução de custos não pararam,  em 1953 estava implantado o sistema Just In Time na fabrica da Toyota e em seguida dá inicio ao sistema Kanban.

O Kanban é uma ferramenta que ajudou o sistema Just In Time ter sucesso. Conforme Ohno (2006, p. 48). “Na planta de produção, o Kanban é uma força poderosa para reduzir mão de obra, eliminar produtos defeituosos, e impedir a recorrência de panes.”

Conforme a definição do Just In Time pelo dicionário APICS “ É uma ferramenta de fabricação com planejamento eliminação de todos os desperdícios com melhoria contínua na produtividade”. Baseado no conceito de desperdício  – em japonês é denominado “mudá” Ohno e seus colaboradores desenvolvem outros processos como:

  • Kaisen;
  • Jidoka;

Heijunka, mais tarde foi denominado “Casa do Sistema Toyota de Produção” onde a base de sustentação desta casa é Heijunka; trabalho padronizado; e Kaizen, e os alicerces desta casa são compostos de dois pilares, um chamado “Just In Time” e o segundo de “Jidoka”.

Ao analisar a lucratividade do grupo Toyota nos últimos 10 anos, deparamos que é um grupo com a maior lucratividade entre seus concorrentes dentro do seguimento de montadoras de carro.

Com a globalização o aumento das concorrências, as empresas estão buscando sistemas de melhore sua vantagem competitiva no mercado onde atua, Sistema Toyota de Produção é sem dúvidas uma boa alternativa.

Fonte: www.qualidade brasil.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: