Sem aporte na Celpa, Aneel tende a cassar concessão

Pedro Paulo Morales

Esta coluna é publicada as quintas feiras.

Sem aporte na Celpa, Aneel tende a cassar concessão.
Com uma dívida de curto prazo de R$ 1,4 bilhão e o mesmo valor a longo prazo, segundo balanço patrimonial fechado em setembro do ano passado e divulgado pelo site da revista Exame (Exame.com), a Centrais Elétricas do Pará (Celpa), controlada pelo Grupo Rede Energia, entrou com pedido de recuperação judicial. Os números, segundo a revista, colocam a Celpa como uma das distribuidoras do grupo com pior desempenho no país.

Divida não é surpresa
Segundo divulgou a agência de notícias Reuters Brasil, a situação financeira da Celpa e das outras empresas da Rede Energia não é novidade para analistas do setor elétrico e interessados nos ativos da empresa, e o pedido de recuperação judicial não deve ser visto com surpresa pelo mercado. (Fonte: O Impacto).

Grupo Rede Energia é um grupo presente em vários estados brasileiros
A Rede Energia é uma das maiores empresas privadas do setor de energia elétrica do Brasil. Atende 34% do território nacional levando energia elétrica para 17 milhões de brasileiros. Está presente em 578 municípios de sete diferentes estados: São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Pará. Com mais de 100 anos, o grupo controla 11 empresas operacionais: nove distribuidoras, uma comercializadora e uma prestadora de serviços.

Lenovo quer comprar a CCE.
A chinesa Lenovo, uma das maiores fabricantes de computadores do mundo, está em negociações avançadas para comprar a brasileira CCE. A CCE será avaliada em cerca de um bilhão de reais. Procurada, pela revista Exame a Lenovo não comentou. A Digibrás, dona da CCE, disse que não está negociando. (Exame.com)

Um pouco de história da CCE.
A empresa Comércio de Componentes Eletrônicos (CCE) foi fundada em 1964 com o objetivo de importar e comercializar componentes eletrônicos. Somente em 1971 é que a CCE iniciou a fabricação de equipamentos completos. Durante as décadas de 1970 e parte de 1980, ela foi, juntamente com a Polyvox, uma das maiores concorrentes da Gradiente no mercado de equipamentos de áudio modulares.( Fonte: Wikipédia)

Piloto da JetBlue surta em pleno voo.
Clayton Osbon, que há 12 anos pilota aeronaves da JetBlue, sofreu uma crise nervosa em pleno voo, segundo relatos da imprensa internacional. Não está clara a causa da crise, mas o copiloto afirmou que Osbon começou, após algum tempo de viagem, a mostrar sinais inquietantes. Será que foi stress devido a muitas horas de trabalho.

Novas medidas para a economia.
Conforme reportagem da Exame.com, além das medidas de desoneração da indústria, previstas para serem anunciadas na próxima terça-feira, o governo está propagando a analistas de mercado que possui outras ações mais estruturais para impulsionar a atividade econômica. O foco principal seria o financiamento, mas a equipe econômica não entrou em detalhes sobre quando e como colocará novos instrumentos em prática. A equipe técnica também explicou que qualquer aumento da carga tributária a partir de agora será apenas fruto da formalização da economia. E garantiu que qualquer excesso será automaticamente utilizado para fazer superávit primário, e não será destinado a gastos públicos. Menos mal!

Coluna escrita em 28/03/2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: