Seis passos para você resolver conflitos

Clique para Ampliar

Muitas vezes, simples discussões se tornam problemas sérios com falta de capacidade de solução dos envolvidos

Ninguém está livre de se desentender ou mesmo ter uma briga feia. Pode ser com colegas de trabalho, com familiares e até mesmo velhos amigos.

Mas, em muitos casos, esses desentendimentos tomam as proporções erradas devido ao nosso comportamento

Resolver um conflito não precisa ser um sacrifício, desde que você saiba como fazer isso da maneira correta. Confira 6 dicas que podem ajudar você a resolver conflitos sem passar por um drama digno de novela:

Acalme-se

Quando você está triste ou nervoso não consegue processar as informações com clareza. Antes de fazer julgamentos ou se sentir injustiçado com a situação, procure se acalmar e entender quais foram os motivos que causaram o conflito. Essa análise crítica pode render efeitos muito positivos na resolução do problema.

Seja positivo

Não encare o desentendimento como uma perseguição ou tentativa de atingir você. Seja positivo, assuma que a outra pessoa tinha boas intenções e que a falta de comunicação entre vocês gerou o problema.
Além disso, procure agir de maneira positiva ao resolver o problema também. Deixe claro que não está procurando brigas, apenas a solução mais sensata.

No lugar da outra pessoa

É muito mais fácil dizer do que fazer isso, mas se você quiser resolver um problema de forma efetiva, vai precisar fazer isso. Analise a situação sob o ponto de vista dela. Quais eram as suas motivações? O que ela esperava com esse comportamento? Se você for capaz de compreendê-la será capaz de resolver o problema.
Tenha bons argumentos

Gritar nunca foi uma boa opção para resolver nada, tire seu orgulho do centro das atenções. Você precisa manter o foco no que é melhor para todos e não para o seu ego.

Saiba exatamente onde você pretende chegar com aquela discussão. Tenha argumentos claros, convincentes e procure a melhor maneira de usá-los.

Crie um plano

Depois de dar à pessoa com quem você está discutindo todos os argumentos plausíveis para fazer do seu ponto de vista o mais viável, mostre como você os colocaria em prática.
Diga como você pretende agir, em quais pontos você ainda não tem certeza da melhor estratégia e peça ajuda. Isso vai mostrar que você não quer “se aparecer” e sim encontrar a melhor solução.

Desculpe-se

Não importa se você está certo ou errado, todos os envolvidos têm culpa por deixar a situação se tornar um conflito.

Então, independentemente de ter criado a confusão ou apenas ser vítima dela, desculpe-se pelo mal entendido.

Fonte: Diário do Nordeste.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: