Inflação acelera e Compra da Delta pela JBS

Resumo comentado das notícias da semana que passou.

Fonte: Blog da Miriam Leitão

Inflação acelera – A inflação mostrou força em abril, ao acelerar para 0,64%, triplicando em relação a março. O IGP-DI e o IGP-M também subiram.

Os vilões do IPCA foram cigarros, salários de empregadas domésticas e remédios. Nos IGPs, a pressão vem do câmbio. Até há pouco tempo, ajudava, porque estava baixo e vários produtos registravam deflação, como os bens duráveis. Agora, no entanto, parou de ajudar; a moeda americana vem se valorizando em relação ao real.

Em seminário no Rio, o presidente do BC, Alexandre Tombini, fez uma análise do regime de metas de inflação antes e depois da crise. Acha que se fortaleceu, já que outros países passaram a adotá-lo, mas disse que “a estabilidade de preços é condição necessária mas não é condição suficiente”. Ele deu esse recado lá. Nos últimos dias, houve discussão em torno da autonomia da instituição, se o BC não estava perdendo um pouco de sua liberdade para subir os juros, em caso de necessidade.

Governo x bancos – O governo quer que os juros caiam, o que é bom para a economia como um todo, mas esta semana o Palácio do Planalto ficou bravo com o economista-chefe da Febraban que, em relatório, teria colocado uma frase inapropriada na visão do governo (“Alguém já disse que você pode levar um cavalo até a beira do rio, mas não conseguirá obrigá-lo a beber a água”). Depois, os bancos pediram desculpas.

JBS e Delta – A holding J&F, que controla a JBS, vai assumir o controle da Delta, empreiteira envolvida no escândalo do bicheiro Carlinhos Cachoeira. Isso causou muita discussão: é adequado ou não? O BNDES é sócio da JBS, empresa mais importante da holding.

Europa – No domingo passado, houve eleições na França e na Grécia. Sarkozy perdeu e François Hollande, como se sabe, foi eleito, dizendo que “a austeridade não é uma fatalidade”. Merkel, da Alemanha, rebateu, dizendo que não se pode mexer no pacto fiscal, mas depois fez um gesto de boas-vindas. Hollande acha que é preciso discutir, também, crescimento.

Já a Grécia continua piorando, ainda não conseguiu formar um governo de coalizão e poderá ter novas eleições. A taxa de desemprego aumentou para 21,7%.

A Espanha, que sofre com recessão e falta de empregos, estatizou um dos bancos em dificuldades, o Bankia. As bolsas europeias caíram esta semana.

Rússia: Vladimir Putin tomou posse pela terceira vez como presidente da Rússia.

CPI do Cachoeira – Esquentou a briga esta semana, porque os governistas acusaram o procurador-geral da República de não ter dado a devida divulgação à investigação da PF, queriam que fosse depor, mas se recusou. Ele reagiu à pressão dos governistas, dizendo que é medo da posição dele no julgamento do mensalão. E o Supremo apoiou o procurador-geral da República. Foi um momento de tensão entre as instituições.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: