A economia cresceu só 0,2% entre janeiro e março e Brasil desacelera

Resumo comentado das notícias da semana que passou.

Fonte: Blog da Miriam Leitão

PIB do primeiro trimestre – O IBGE divulgou hoje um dado muito ruim. A economia cresceu só 0,2% entre janeiro e março em relação aos últimos três meses de 2011, abaixo das expectativas. Há várias surpresas, como a queda forte da agropecuária e a alta da indústria. O IBGE, que tem divulgado a queda da produção industrial, diz que as pesquisas (PIM e Conta Nacionais) medem coisas diferentes.

O instituto informou que a indústria da construção, que entra no cálculo, ajudou a salvar o PIB do setor. Essa alta de 1,7% destoa do que a gente ouve dos empresários, dos dados setoriais. O ano começou com muito estoque no pátio da indústria automobilística.

Mas o que aparece na estatística é que o 1º timestre foi ruim, principalmente, por causa da agropecuária, que caiu 7,3% em relação aos três meses anteriores. A seca provocou queda forte da produção de soja.

Quando olhamos o PIB acumulado em 12 meses, vemos que o crescimento caiu de 6,3% no primeiro trimestre de 2011 para 1,9% agora. Isso mostra que, em cinco trimestres, a desaceleração foi muito grande.

Copom reduz juros – O BC reduziu a taxa básica de juros em 0,5 ponto esta semana, como esperado, para o menor patamar da história recente. Com a Selic em 8,5%, as novas regras de remuneração da poupança, válidas para depósitos feitos a partir de 4 de maio, entraram em vigor (70% da Selic +TR).

As “novas poupanças” terão ganhos menores sempre que a Selic estiver em 8,5% ou abaixo desse patamar. Também foi a primeira vez que o Copom abriu os votos dos diretores.

Europa – A Espanha assustou esta semana: fuga de capitais, saques bancários, medo em relação ao bancos. O agravamento da crise na Europa afeta as bolsas. A Bovespa, por exemplo, recuou quase 12% em maio, e o dólar comercial subiu mais de 5%.

Índia também desacelera – No primeiro trimestre, o crescimento desacelerou para 5,3%, o menor percentual em nove anos. Antes, crescia 9%. Isso mostra que a crise da dívida na Europa também está afetando os emergentes. China e Brasil também desaceleraram.

EUA – O PIB do 1º trimestre foi revisado para baixo, de 2,2% para 1,9%. Em maio, a abertura de vagas ficou abaixo do esperado, e a taxa de desemprego subiu de 8,1% para 8,2%.

Produção industrial – O IBGE divulgou esta semana que a queda foi de 0,2% em abril em relação ao mês anterior, e de 2,9% na comparação com abril do ano passado. Em 2012, o setor já acumula perda de 2,8%. Mas os dados do PIB mostram que nos primeiros três meses a alta foi de 1,7%; os números estão destoando.

Fusões – Foi anunciada esta semana uma série de fusões, entre elas a compra pela Azul da Trip, que ainda precisa ser aprovada pelos órgãos reguladores.

Campeão do protecionismo – Levantamento da OMC diz que o Brasil foi o que mais aplicou barreiras comerciais nos últimos seis meses.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: