Falta investimento público e Inflação desacelera

Resumo comentado das notícias da semana que passou.

Fonte: Blog da Miriam Leitão

Intervenção no Cruzeiro do Sul – O BC anunciou esta semana a intervenção no Banco Cruzeiro do Sul, via Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Foi decretado Regime de Administração Especial Temporária (Raet), procedimento diferente do adotado com o Panamericano. Diante de problemas semelhantes, o BC deu fórmulas diferentes de solução. E isso não é detalhe: alguns banqueiros estão com bens indisponíveis e outros não, dependendo do caminho escolhido pelo BC.

Já houve problema demais em banco, e o BC tem usado excessivamente o FGC para atuar nessas crises. O FGC, nunca é demais lembrar, foi criado para proteger correntista, e não banqueiro. Há indícios de fraude.

Inflação desacelera – A boa notícia da semana é que o IPCA, que tinha subido 0,64% em abril, avançou 0,36% em maio. Em 12 meses, ficou abaixo de 5% pela primeira vez desde setembro de 2010.

Os preços de passagens áereas, serviços e cigarros, por exemplo, desaceleraram, mas o grupo alimentos e bebidas continua em alta, puxado pelo feijão. No ano, esse produto já subiu quase 50%.

Ata do Copom – O BC divulgou hoje a ata da última reunião, em que a taxa básica de juros foi reduzida para 8,5%. O BC voltou a falar em parcimônia. Essa é a palavra-chave, de novo. Os juros continuarão sendo reduzidos, mas com cuidado. Também diz que a inflação tende a ficar menor, porque há uma pressão desinflacionária vinda do exterior.

Mais prazo para financiar casa própria – A Caixa ampliou para 35 anos o prazo para financiamento habitacional e reduziu um pouco os juros.

Falta investimento público – Para a economia crescer, é preciso investir, mas o governo não está investindo nem o pouco previsto no Orçamento. Matéria do GLOBO mostrou que três ministérios responsáveis por obras de infraestrutura – Transportes, Integração e Cidades – só investiram 14,9% do Orçamento (R$ 33 bilhões) até maio. Nesse mesmo período do ano passado, tinham investido 24%.

Previsões para crescimento do PIB mais baixas – Na média, o mercado estima que o PIB deste ano crescerá 2,72%. Mas grandes instituições fizeram fortes cortes nas suas previsões de crescimento. O Itaú Unibanco revisou de 3,1% para 2% sua previsão, após a divulgação do crescimento fraco no 1º trimestre.

O presidente do BC, Alexandre Tombini, foi ao Congresso esta semana e disse que o país crescerá mais no segundo semestre e que a tendência, agora, é desinflacionária, ou seja, o baixo crescimento mundial reduzirá a pressão na inflação. Isso abre espaço para mais quedas de juros, o que ajudará a elevar as perspectivas de crescimento.

Europa: As agências de notícia dizem que a Espanha pedirá amanhã à Europa ajuda aos bancos. O país não confirma, mas o “FT” cita quatro fontes para dizer que sim, será amanhã. A Espanha tentou evitar o resgate, porque tem medo de intervenção no país, imposições, como aconteceu com a Grécia. Uma coisa é ajudar o país, o que já aconteceu, outra, os bancos. Ainda será decidido como será o modelo do resgate.

Esta semana, o ministro das Finanças espanhol, Cristóbal Montoro, disse que as portas do mercado estão fechadas para o país. Admitiu, portanto, que a Espanha poderia precisar de ajuda.

Ontem, o país conseguiu vender 2,1 bilhões de euros em títulos, mas pagando taxa de juros mais altas. Além disso, a Fitch rebaixou a nota da Espanha em três níveis. As agências de classificação de risco erram demais. Brasil e Espanha não têm o mesmo risco, mas a mesma nota.

China corta juros – Pela primeira vez desde novembro de 2008, a China reduziu a taxa básica de juros sobre empréstimos e depósitos em 0,25 ponto percentual para aumentar o ritmo de crescimento.

EUA: O BC americano fala em recuperação, mas os últimos números são fracos. Dados de produtividade foram revistos para baixo, indústria tem ritmo lento, os pedidos de seguro-desemprego aumentaram. O país não está em recessão, mas não pega ritmo maior de crescimento.

Rio+20 – Ontem, fui retirar a minha credencial. O Riocentro já é território da ONU. Na quarta-feira, começa oficialmente essa conferência, bastante aguardada, na qual o mundo deposita muita esperança.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: