O lado oculto dos coffee breaks

Por Flávio Emílio

Esta coluna é publicada as Sextas Feiras e aos Domingos

Não há como negar que, em eventos corporativos,  a tradicional pausa para o café vem passando por uma evolução sem precedentes. O que antes era um simples intervalo de 15 minutos, ganhou nome em inglês, ares requintados e itens atraentes aos olhos, olfato e, principalmente, ao paladar.

Mas existe uma realidade oculta por trás dos coffee breaks…

Os intervalos em eventos são bem mais importantes do que parecem. São momentos de intensa interatividade. Neles trocamos cartões e contatos, reencontramos pessoas, retornamos chamadas telefônicas e descontraímos um pouco.

Num evento com formato in company, o coffee break serve, inclusive, como termômetro para mensurar sintomas de como está o clima organizacional e ainda mapear os subgrupos. Esses momentos de informalidade são reveladores… Lembre-se que sempre haverá alguém “filmando” as pessoas e o ambiente com bastante atenção…

Há motivo para preocupação? De jeito nenhum!

A dica que lhe dou para o próximo coffee break é: gerencie o tempo, procurando fazer um pouco de tudo: saborear o que está à mesa, cumprimentar pessoas chave, interagir e ampliar sua network – tudo isso sem exageros!

Flávio Emílio Monteiro Cavalcanti é administrador e Mestre em Gestão de Recursos Humanos .

http://dropsdecarreira.com.br/blog/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: